Artigo

ARTE E VINHO

233 views
A @vinicolavillafrancioni convidou seis artistas para criar os rótulos do vinho Cabernet Franc. De uma safra nobre, o vinho terá seis rótulos diferentes, produzidos por Alceu Bett, Britto Velho, Evandro Schiavone, Luciano Martins, Sergio Canfield e Tereza Martorano. A produção do novo vinho foi realizada em comemoração aos 15 anos da vinícola, celebrado em dezembro de 2020.
Os apreciadores do Cabernet Franc poderão comprar os exemplares individualmente ou em caixa com as seis unidades, cada qual com um rótulo diferente. “É uma coleção de arte, com pinturas impactantes e ao mesmo tempo delicadas, em perfeita harmonia com o Cabernet Franc”, diz o curador do projeto Edson Machado.
Conforme o enólogo Nei Rasera, o novo vinho ficou 14 meses em barris de carvalho francês e está há um ano e meio envasado. Segundo ele, o Cabernet Franc é um vinho de rubi intenso, ainda muito vivo, com notas de frutas vermelhas, com um leve toque mentolado e bem integrado à madeira. E é da madeira – explica Nei – que derivam os aromas de baunilha, chocolate branco, chocolate amargo, um pouco de tabaco e especiarias. “Vinho de corpo médio com ótima acidez”, diz. O tempo de guarda do novo vinho é de aproximadamente 15 anos e ele combina com massas e carnes vermelhas pouco condimentadas.
O Cabernet Franc é o primeiro tinto varietal da linha Villa Francioni, ou seja, é um vinho elaborado com único tipo de casta de uva e é da safra de 2017, considerada uma das melhores da década.
“ Rótulo de Luciano Martins – Com bom humor, a figura amorosa e rechonchuda do Baco, deus do vinho, brinda-nos com a felicidade da vida. Em sua homenagem, Balacobaco é o alegre personagem no traço criativo do artista. “ disse Edson Machado